As Peças Infernais - Príncipe Mecânico

terça-feira, julho 12, 2016

Tessa, Will e Jem estão de volta no segundo volume da trilogia As Peças Infernais. Se você ainda não leu a resenha do primeiro volume (Anjo Mecânico) é só clicar aqui. Lembrando que a resenha a seguir pode conter alguns spoilers do livro anterior!


Posso falar a verdade? Não vou mentir, acho que esse é um dos melhores livros da Cassandra Clare! A autora consegue ser delicada em certos momentos, mas também não tem pena de nos revelar coisas sensacionais logo no parágrafo seguinte. Simplesmente amei. 



Depois de descobrir a verdade sobre o seu irmão Nate e o serviço que ele presta a Mortmain, Tessa e os Caçadores de Sombras do Instituto de Londres precisam correr em busca de pistas que possam indicar o paradeiro do Magistrado. Caso contrário, o Instituto ficará sob nova direção. 

"O diretor do Instituto de Londres é um dos Caçadores de Sombras mais poderoso da Inglaterra."

Neste segundo volume de As Peças Infernais poucas coisas da narrativa central são resolvidas, no entanto Cassandra Clare consegue dar maior profundidade aos personagens que a gente já conhece. Algumas perguntas deixadas no final do primeiro livro são respondidas e outras questões são levantadas. O trio principal ganha um destaque maior, porém os personagens secundários também têm sua vez, assim como a ambientação de Londres (muito obrigado, Cassandra Clare). Dessa vez a autora conseguiu transmitir a atmosfera vitoriana com muita maestria -  desde os locais frequentados pelos personagens, o clima da cidade e as vestimentas - o que me deixou bem feliz, uma vez que senti falta disso em Anjo Mecânico. 

"Tessa manteve o rosto contra o vidro enquanto o cinza de Londres ia ficando para trás, e com ele a chuva. Logo estavam atravessando campos verdes pontilhados de ovelhas brancas, e ocasionalmente campanários de vilarejos ao longe. O céu tinha passado de cinza a um azul úmido e nublado, e pequenas nuvens negras deslizavam acima. Tessa assistiu tudo com fascínio."

A obra apresenta conflitos interessantes, as cenas de ação passam a dar lugar a diálogos intensos que deixam a gente querendo mais. São capítulos que envolvem a política dos Shadowhunters, as investigações sobre Mortmain e os sentimentos de Tessa a respeito de Will e Jem; um tanto longos, mas quando a gente menos percebe está virando a página para o capítulo seguinte. 

Neste segundo livro Tessa/Will/Jem passam por grandes momentos. A relação dos três está mais firme e isso acaba abrindo portas para que coisas novas aconteçam. E não é que ficou bom? Apesar de um triângulo parecer algo bem clichê, Cassandra Clare mostra que sempre dá pra fazer o leitor sofrer um pouco mais ahahaha (rindo por fora, mas chorando internamente). Uma vez que a gente passa a entender o motivo de determinadas ações desses três, eles acabam se tornando mais tridimensionais e acaba sendo difícil pro leitor torcer para apenas um deles. Eu não sou muito "amante" de histórias cheias de romance, mas houve momentos em que eu me vi esboçando sorrisos durante a leitura (o que pode ter sido um pouco estranho, visto que às vezes eu leio no ônibus a caminho da faculdade) principalmente quando estava próximo do final.

Apesar disso tudo, achei que algumas cenas da história poderiam ter sido facilmente descartadas; foram momentos bem pontuais, mas que não fazem diferença para a história principal ou para os personagens. Talvez estivessem ali por gosto da autora ou do fãs e acho que isso causou uma oscilação no ritmo da narrativa.

Entretanto, Cassandra Clare sabe conduzir muito bem o leitor por uma trama misteriosa e com personagens bem decididos. Tessa é uma garota diferente e mostra bastante evolução do início da história até o momento em que Príncipe Mecânico termina. É cheia de confiança e tem muito a descobrir sobre si mesma. Mal posso esperar para ler Princesa Mecânica e saber qual desfecho As Peças Infernais terá. Não só a trama central como também a vida pessoal dos personagens. Ai ai ai, Jem Carstairs. 



Você já leu Príncipe Mecânico? Me conta o que achou pra gente compartilhar mais sobre essa história lá nos comentários =) Obrigado pela leitura.

Ah, notaram que eu mudei a ficha de avaliação ali no cantinho? Espero que tenham gostado dos novos ícones assim como eu espero para usá-los mais vezes ;)




2 comentários

  1. Esse livro acabou comigo, só não acabou comigo tanto quanto Princesa Mecânica, chorei um pouco - muito - e não superei ainda. Muito bom saber que você curtiu, Tobó!! Achei que Cassandra evoluiu TANTO com essa trilogia, é incrível demais e eu preciso reler logo. Se quiser, te empresto Princesa Mecânica agorinha mesmo, só a gente se encontrar na UFBA, hehe <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não me diz uma coisa dessas que eu vou correndo pegar emprestado! kasdhsakjhdkjas tô muito curioso pra saber de tudo, mas acho que vou esperar mais um pouco pra absorver Príncipe Mecânico. E se Cassandra tá assim nesse livro, imagina em Dama Da Meia-Noite que saiu esse ano né? 'o'

      Excluir

Mais Lidos

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

G+